PASSIONISTAS NO BRASIL


         No ano de 1911, estando o litoral do Paraná muito carente de assistência religiosa, o então bispo de Curitiba, D. Francisco Braga, dirigiu um convite aos passionistas que residiam na Argentina para que assumissem a missão evangelizadora naquela região. Atendendo ao pedido, o Superior Geral da Congregação, Pe. Jeremias Angeluci, enviou para esta região três religiosos de nacionalidade italiana, residentes na Argentina, a saber: Pes. Modesto Meschino, Cândido Ghiandoni e Ir. Antônio Leopardi. No ano de 1912, a pedido do Arcebispo de São Paulo, D. Duarte Leopoldo e Silva, o mesmo Superior Geral enviou da Itália os Pes. Geraldo Cortese, Camilo Borgna e Ir. Lucas Garcia Ramirez (mexicano residente na Itália), que se estabeleceram em São Paulo. Desde o início se dedicaram a pregar missões populares e retiros, especialmente nas colônias italianas. Em 1913, o Superior Geral enviou outros religiosos destinados para Curitiba, São Paulo e Rio Grande do Sul. Os religiosos destinados para o Rio Grande do Sul alcançaram o seu destino no ano de 1915.

 

 

 

VICARIATO NOSSA SENHORA DA VITÓRIA

( Espírito Santo ~ Minas Gerais)

         Movida pela força missionária do carisma da Paixão de Cristo, a província de Nossa Senhora das Dores, com sede em Nápoles - Itália, iniciou em 1952 e 1953, as tratativas para uma fundação no Brasil, com o Bispo de Vitória - ES, Dom José Joaquim Gonçalves e de Belo Horizonte - MG, Dom Antônio dos Santos Cabral. No dia 27 de outubro de 1952, após uma missão pregada pelos Passionistas o Arcebispo de Belo Horizonte, Dom Antônio dos Santos Cabral, escreve uma carta ao Superior Provincial da Província Nossa Senhora das Dores em Nápoles - Itália, Pe. Fillipo Cipollone, pedindo uma comunidade de religiosos Passionistas em Belo Horizonte. Em 24 de novembro de 1952 chega a Vitoria, da Província do Calvário, Pe. Fulgêncizio Espósito, chamado pelo Bispo de Vitória Dom Joaquim Gonçalves. No dia 1° de Dezembro, é enviado, pelo Bispo à Colatina - ES como auxiliar do Pároco Pe. Geraldo Meyers, a fim de que fosse criada a Paróquia de Fransilvânia (São Silvano).

         Com a carência de padres diocesanos e a situação de abandono do povo, os Passionistas assumiram as Paróquias de:

30/08/1953 - Imaculado Coração de Maria em São Silvano - ES

11/10/1953 - Santa Terezinha do Menino Jesus - ES

18/10/1953 - Santa Maria Goretti em Jardim América-ES

10/12/1954 - São Paulo da Cruz em Barreiro - MG

1954 - Paróquia de São Francisco de Assis em Barra de São Francisco - ES (hoje esta paróquia já não está sob a administração dos Missionários Passionistas).

         No dia 5 de Julho de 2000, um dos religiosos do Vicariato, Pe. José Mauro Pereira Bastos foi nomeado Bispo pelo Santo Padre João Paulo II, se tornando o primeiro Bispo da nova Diocese de Janaúba-MG, falecendo no dia 14/09/2006.

         O Vicariato Nossa Senhora da Vitória segue seu caminho, em comunhão com as diretrizes da igreja do Brasil, inserido na realidade social buscando à luz da memória da Paixão, buscando responder aos desafios encontrados bebendo da força de vida que nasce da Cruz de Cristo e partilhando esta força com o povo de Deus a ele confiado, sobretudo, os crucificados que completam, em suas vidas sofridas, a Paixão de Cristo.

 

 

 

CHEGADA DAS IRMÃS PASSIONISTAS EM COLATINA

         O Revmo. Padre Fernando, Cp. residente em Colatina - Espírito Santo, já havia feito o convite muitas vezes, mas agora, este era realidade. No dia 23 de fevereiro de 1963 saíram de São Paulo, rumo a São Silvano as primeiras Irmãs escolhidas para a fundação: Irmã Angélica Fiorese, Irmã Lucina, Irmã Hermenegilda, acompanhadas pela Provincial Irmã Antonieta Farani e pelas Irmãs Matilde Teixeira e Rosa Trondi.

         Em março do mesmo ano, iniciam-se as atividades escolares. Duas Irmãs lecionam no Ginásio da Paróquia o curso primário e uma no Jardim de Infância.

         A finalidade pela qual foi aberta esta escola foi proporcionar aos colatinenses, assistência à infância e às adolescentes, uma educação voltada para os valores cristãos de qualidade que contemplasse a Paixão de Jesus. No âmbito da espiritualidade, as Irmãs se responsabilizariam pela cruzada         Eucarística, catecismo, filhas de Maria e coroinhas.

         No início chamou-se: Escola Profissional João XXIII, com o passar do tempo passou a chamar-se Instituto João XXIII. Dando continuidade a esta história desde 1963 e fazendo parte da Rede de Educação Passionista, chama-se, hoje, Colégio Passionista João XXIII, recebe o nome do grande Papa da Paz, nome este, que foi escolhido por ocasião do falecimento do Papa, que deixou grandes marcas na Igreja com grandes renovações sempre buscando a Paz.

 

Buscar

Paroquia Imaculado Coracao de Maria
Rua Orestes Bongiovani, numero 10, Sao Silvano, Colatina - ES
CEP 29703-110 Fone: (27) 3721-2075
PASCOM - Pastoral da Comunicacao picmaria.com